fbpx
Telefone (11) 4509-4697 Whatsapp (11) 93146-4697

Saiba fugir das armadilhas do empréstimo consignado

  • | em

    Especialistas apontam os dez principais riscos para quem toma o crédito com desconto na renda

    O INSS aumentará de seis para nove a quantidade de empréstimos consignados que o beneficiário poderá tomar. A nova possibilidade já foi autorizada, mas ainda não está valendo porque o órgão precisa adaptar seus sistemas para isso.

    Mas assim que estiver disponível, a elevação no número de autorizações de crédito para o mesmo segurado poderá aumentar ainda mais o risco de endividamento e de golpes contra os aposentados e pensionistas.

    O Agora consultou especialistas em finanças pessoais e em previdência, que apontaram os pontos mais perigosos envolvendo os consignados.

    Um dos riscos de endividamento de aposentados costuma estar dentro de casa: parentes e amigos pedem ao beneficiário que use o seu nome para tomar crédito consignado, pois essa modalidade tem juros mais baixos.

    “ As pessoas não devem emprestar o nome para ajudar terceiros”, alerta Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). “ Provavelmente quem pede esse tipo de favor já está endividado e não conseguirá honrar o compromisso assumido”, diz ele.

    O prejuízo também pode estar escondido em um serviço que o cliente nem sabe que contratou, como é o caso do empréstimo no cartão de crédito, alerta o advogado João Badari, do escritório Aith, Badari e Luchin. “ O aposentado vai ao banco pegar um empréstimo, mas é convencido a aceitar um cartão de crédito que já vem com uma margem consignável embutida”, explica.

    A melhor forma de escapar de dívidas impagáveis é evitar consignados desnecessários, orienta Marcela. “ O empréstimo deve ser para emergências”, afirma ela.

    Confira dez dicas para não se dar mal

    1 – Cuidado com o empréstimo no cartão de crédito

    -O aposentado pode comprometer até 5% da renda com empréstimos consignados feitos pelo cartão de crédito

    -A grana fica disponível em uma espécie de reserva

    -Verifique se há, no benefício, o desconto da RMC (Reserva de Margem Consignável), que significa que houve crédito consignado no cartão

    2 – Não faça dívida para ajudar parentes e amigos

    -Dois em cada dez endividados estão nessa situação porque pegaram crédito para repassar a terceiros

    -Jamais tome empréstimo consignado para ajudar parentes e amigos endividados

    -Se a pessoa que recebeu a ajuda não pagar, a responsabilidade será do aposentado

    3 – Evite tomar crédito para aumentar a renda

    -Se o aposentado precisa de empréstimo para comprar algo, é porque não tem grana para o bem

    -A verdade é que o empréstimo só deve ser feito em situações emergenciais, e não para consumir produtos e serviços

    -A dica é se planejar para comprar o que quer

    4 – Respeite o seu limite

    -Antes de pedir empréstimo, é necessário conhecer quais são os gastos mensais que não podem ser cortados

    -Quem compromete 100% da renda com despesas como plano de saúde e alimentação não deve se endividar

    -Anote tudo o que gasta e o que ganha e faça as contas

    5 – Atenção aos juros

    -O empréstimo consignado é mais barato do que outras modalidades de crédito, mas ainda assim ele é bastante caro

    -Em geral, os empréstimos com desconto direto no salário têm taxa anual beirando os 30%

    -Lembre-se que as aposentadorias do INSS têm correção da inflação, que, neste ano, pode ficar abaixo de 4%

    6 – Acúmulo de dívidas gera confusão

    -O aumento de seis para nove empréstimos, liberado há alguns dias pelo governo, vai mais atrapalhar do que ajudar aposentados e pensionistas

    -Com tantas dívidas, fica difícil saber quanto da renda mensal está exatamente comprometida

    -Não faça novos empréstimos antes de pagar a dívida antiga

    7 – Cuidado com o caixa eletrônico

    -O caixa eletrônico do banco costuma apresentar uma frase, em destaque, perguntando se o cliente precisa de dinheiro

    -Ao selecionar essa opção, poderá a contratar um empréstimo consignado sem querer

    -Se isso ocorrer, procure o Procon ou a Justiça

    8- Não aceite ofertas por telefone

    -Empresas de telemarketing conseguem descobrir telefones de aposentados e ligam para oferecer empréstimos

    -Se realmente precisa de empréstimo, pesquise em várias instituições antes de fechar negócio

    -Para se livrar de ligações indesejadas, é possível bloquear o número; basta fazer um cadastro em www.procon.sp.gov.br

    9 – Bloqueie o benefício

    -Mesmo quem toma todos os cuidados pode ser vítima de golpes envolvendo o crédito consignado

    -A alternativa para ficar livre desse perigo é bloquear o benefício para empréstimos

    -O bloqueio deve ser solicitado em uma agência da Previdência Social

    -Leve documento de identidade e o número do benefício

    -Se preferir, agende atendimento pela central 135

    10 – Só faça consignado em caso de emergência

    -O empréstimo é bem-vindo quando utilizado para cobrir uma despesa emergencial, como um tratamento de saúde

    -Evite empréstimos desnecessários, feitos para aumentar a capacidade de consumo

    -Isso manterá sua margem consignável livre para quando ela for realmente necessária

    Podemos ajudá-lo?

    Mande uma mensagem e descubra como podemos te ajudar.



    Como nos Conheceu?