Veja a importância dos documentos no planejamento de aposentadoria

Dr. Thiago Luchin, advogado especialista em Planejamento de Aposentadoria.

Olá!

Quando decidi escrever sobre este título tive receio por parecer algo tão simples e as pessoas não ligarem para a sua importância.

A organização de documentos é deixada sempre para o momento da aposentadoria. Atitude que pode acarretar atrasos e consequentemente prejuízos financeiros.

Para requerer o benefício os documentos básicos são RG, CPF, comprovante de endereço, certidão de casamento ou nascimento, as carteiras de trabalho, carnês e o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) se possuir. E são nestes 03 últimos que encontramos os problemas.

Eles são os documentos necessários também para se fazer um planejamento de aposentadoria e, é neste momento que eles devem ser checados, principalmente para ter tempo hábil na necessidade de serem corrigidos.

Sobre as Carteiras de trabalho é muito comum acontecer extravio ou algum vínculo ter sido rasurado ou não ter a data da baixa. Se isto aconteceu será necessário registrar no INSS os vínculos comprovando o trabalhado com outros documentos.

Em relação aos carnês, principalmente os pagos nos anos 80 e 90 é muito comum encontrar divergência de Inscrição, que é o número do trabalhador (PIS ou NIT). Como nesta época o sistema estava sendo informatizado, ele era falho e não reconhecia um registro já existente, fazendo com que em cada momento laboral a pessoa tivesse um novo número de inscrição. Para se ter uma ideia, encontrei um segurado com 05 números de inscrição. Assim, se os números não forem vinculados a um só, apenas o principal entra na aposentadoria, trazendo prejuízos para o trabalhador em relação a tempo e valores.

Por fim, o PPP é um dos documentos que merecem mais atenção, isso porque, ele deve ser solicitado na empresa no momento da dispensa e analisado com cautela para verificar se está feito de forma correta e o trabalhador enquadrado nos agentes de saúde. Caso contrário, será necessário retificá-lo!

Diante das situações apresentadas,  o melhor caminho é fazer o planejamento de aposentadoria onde todos os documentos serão analisados com cautela e, se houver necessidade, já corrigidos e homologados com antecedência no INSS, com o intuito de buscar uma aposentadoria célere e mais vantajosa!

 

Publicada em Clipping, News and tagged , .