Planejamento de aposentadoria

Planejamento de Aposentadoria é um trabalho de consultoria realizado pela ABL Advogados com o objetivo de analisar as contribuições vertidas para o sistema da Previdência Social e tem o intuito de buscar o melhor caminho para uma aposentadoria mais vantajosa, baseando-se na legislação em vigor.

Quando o assunto é aposentadoria, é comum surgir a questão: “Como recolher as contribuições para se obter uma melhor aposentadoria?”

A Previdência Social é um investimento seguro com uma rentabilidade muito vantajosa e que garante a renda de quem está contribuindo e da sua família, além de, em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice.

No entanto, para ter esta proteção é necessário se inscrever, contribuir ou voltar a contribuir. Esse é o momento onde duas dúvidas aparecem. Quanto contribuir e por quanto tempo?

Portanto, ao trabalhador, para garantir um benefício mais vantajoso recomendo o Planejamento de Aposentadoria.

Aqui, fiz algumas perguntas e respostas que podem auxiliar no assunto:

I. Qual o melhor momento para se fazer um planejamento de aposentadoria voltado para o INSS?

O planejamento de aposentadoria deve iniciar cedo, o ideal é pensar no futuro quando se inicia no mercado de trabalho, contudo, diante da falta de educação previdenciária no sistema educacional brasileiro a grande totalidade dos trabalhadores pensa na aposentadoria apenas quando ela se aproxima.

II. Vou me aposentar daqui 1, 2, 5, 10 ou 15 anos. Ainda dá tempo de fazer o planejamento?

Sim, se você está dentro destes períodos deve imediatamente fazer o estudo para verificar o que foi contribuído até o momento. Como estão sendo feitas as atuais contribuições e, por fim, se o benefício almejado será efetivamente conseguido

III. Como é feito o Planejamento ?

O estudo do Planejamento é feito com base no cálculo da aposentadoria. Este, por sua vez, leva em conta uma série de fatores como idade, tempo de contribuição, expectativa de vida e também uma média das contribuições.

Inicialmente nosso escritório fará o levantamento das informações no INSS e irá confrontar com as informações apresentadas pelo cliente afim de já regularizar eventuais divergências.

Como é sabido, mesmo com a informatização dos sistemas da Receita e do INSS é muito comum encontrar uma série de divergências, como, recolhimentos que não estão computados, documentos e informações divergentes e até mesmo cálculo e contagem feitos de forma errada.

Com base nas informações passadas e no interesse é feito uma série de cálculos e projeções, tudo baseada na legislação em vigor, e é feito um parecer. No parecer é apresentada as recomendações e as justificativas jurídicas que o fundamentam.

Exemplos de Planejamento:

É possível citar uma série de exemplos e o mais comum é encontrar pessoas contribuindo sobre 2 salários mínimos com a certeza de que vão se aposentar com 2 salários mínimos. Na maioria das vezes isto não acontece pois existem redutores no cálculo da aposentadoria que as pessoas desconhecem. E ai é que está o problema, o trabalhador acaba desperdiçando dinheiro pois não conseguirá reaver esta diferença. Além do prejuízo de se aposentar com um benefício metade do que estava programado.

C.L, 59 anos, autônomo, possui 34 anos de tempo de contribuição onde sempre recolheu pelo máximo e pretende se aposentar pelo valor do teto do INSS ou muito próximo a ele. Ocorre que, a pouco mais de 1 ano perdeu o emprego, porém, vem se esforçando para manter os recolhimentos no teto que, hoje, correspondem a um pagamento mensal de R$ 1.1.06,26. Inicialmente ele tinha convicção que, para conseguir se aposentar com o valor  de R$ 4.900,00 por mês, precisaria efetuar mais 12 recolhimentos que totalizariam  R$ 13.275,12.

Com o Planejamento de Aposentadoria foi possível concluir que ele terá que efetuar os 12 pagamentos, só que agora, no valor de R$ 187,40 mês, totalizando uma despesa de R$ 2.248,80 e conseguirá ter o mesmo benefício de aproximadamente R$ 5.000,00. Isso significa que, o planejamento de aposentadoria trouxe uma economia real de R$ 11.026,32.

Por fim, estamos encontrando uma série de trabalhadores que estão recolhendo com código errado, com valores menores ou maiores do que o permitido e até mesmo com data de pagamento errada. Situações que acarretaram uma série de atrasos e problemas no ato da concessão da aposentadoria.

IV. Então, por que fazer o Planejamento de Aposentadoria?

I. você pode evitar o prejuízo de passar o momento ideal de pedir sua aposentadoria;

II. você vai economizar uma quantia considerável dos valores pagos ao INSS;

III. você terá a certeza do valor e a maneira correta de pagar a Previdência;

IV. você saberá o valor que passará a receber com a aposentadoria, podendo assim se planejar e ter uma velhice mais segura e tranquila.

Ressaltamos por fim que o Planejamento de Aposentadoria é entregue através de um laudo elaborado pela Aith, Badari e Luchin Sociedade de Advogados, contendo toda a justificativa jurídica e a recomendação para ter um benefício melhor, no tempo correto e com economia.

Cadastre-se em nossa newsletter e receba dicas semanalmente sobre Planejamento de Aposentadoria. Através deste canal você será assessorado a planejar e buscar uma aposentadoria mais vantajosa.

Os comentários estão fechados.